Quarta estação

Jesus encontra sua Mãe

Quarta estação : Jesus encontra sua Mãe

« Simeão os abençoou, e disse a Maria, mãe do menino: “Eis que este menino vai ser causa de queda e elevação de muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição. Quanto a você, uma espada há de atravessar-lhe a alma. Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações.” » (Lc 2, 34-35)

« E sua mãe conservava no coração todas essas coisas. » (Lc 2, 51)

« Vocês todos que passam pelo caminho, olhem e prestem atenção: haverá dor semelhante à minha dor? » (Lm 1, 12)

MEDITAÇÃO

Mãe, oh minha mãe. Que felicidade tenho por você estar aqui! Eu já sei que ver o meu sangue corrói a sua alma. Para você, eu estou aqui. O Pai viu a minha dor de hoje quando ele moldou a sua alma imaculada. Que felicidade tenho por você ser pura, imaculada desde sempre. Que felicidade tenho porque alguém sobre a terra está hoje comigo, alguém que agrada ao Pai comigo. Que felicidade tenho porque está hoje comigo alguém que nunca desobedeceu ao Pai, que nunca O negou ou abandonou. Oh mãe, minha mãe Maria! Meu coração nunca te deixou, mas agora que eu vou para a morte tudo dentro de mim me remete a você. Obrigado por você estar aqui, nesta hora em que os pensamentos íntimos de cada um se mostram, nesta hora em que os meus discípulos estão longe. Mãe, a minha hora veio; ela é também a sua. Eu resgato uma grande multidão. Você é a Rainha dela, você que a gerou comigo. Mãe, aja rápido em minha companhia. Os amados do Pai não têm mais vinho, eu dou a eles essa vida que vem de você. Como você me ensinou quando eu era pequenino, eu obedeço, eu obedeço ao Pai, a tudo o que Ele me diz.

Nós não podemos esquecer que, do alto da cruz, Jesus olhou para sua Mãe e para João, o discípulo que ele amava. Ele confiou o discípulo à sua Mãe: « Mulher, eis o seu filho! » [Jo 19, 26] Ele depois indicou Maria ao discípulo: « Eis a sua mãe! » (Jo 19, 27). Nesse único homem, o discípulo que Jesus amava, Jesus indicou Maria como Mãe a cada pessoa, confiou a ela todos as pessoas. Obedientes às palavras do testamento de Cristo, nós nos confiamos a Maria como à nossa mãe.

ORAÇÃO

Oh Mãe,

Teu sofrimento é grande como o mar.
Concede-nos que nós o reconheçamos.
Teu coração puríssimo é o único
que pode verdadeiramente compreender a dor de Teu Filho.
Retira-nos do caminho do mal
e concede-nos que entremos contigo no coração de Jesus.

< >