Primeira estação

Jesús cae por segunda vez

Primeira estação: Jesús cae por segunda vez

« Pilatos saiu de novo e disse: “Vejam. Eu vou mandar trazer aqui fora o homem, para que vocês saibam que não encontro nenhuma culpa nele.” Então Jesus foi para fora. Levava a coroa de espinhos e o manto vermelho. Pilatos disse-lhes: “Eis o homem!” Vendo Jesus, os chefes dos sacerdotes e os guardas começaram a gritar: “Crucifique. Crucifique. [...] Nós temos uma lei, e segundo a lei ele deve morrer, porque se fez Filho de Deus.” Pilatos levou Jesus para fora. Fez que Jesus se sentasse numa cadeira de juiz [...]. Pilatos disse aos judeus: “Aqui está o rei de vocês.” [...] Os chefes dos sacerdotes responderam: “Não temos outro rei além de César.” Então, finalmente, Pilatos entregou Jesus a eles para que fosse crucificado. » (Jo 19, 4-7.13-16)

MEDITAÇÃO

Jesus sabe o que está dentro do homem. Ele criou o homem inteligente, capaz de julgar. Ele o criou livre, capaz de amar mas também de pecar. Ele viu o coração de Judas endurecer-se, o orgulho e a inveja dos fariseus a procurar a ocasião favorável para matá-lo. Ele vê a covardia de Pilatos frente às ameaças. Ele ouve a frase terrível, o insulto abominável ao seu Pai, a negação de toda a história de Israel: « Nós não temos outro rei senão César. » O oráculo de tantos séculos dizia novamente: « Vocês serão o Meu povo, e eu serei o Vosso Deus. » [Jr 30, 22] « Povo meu! Que te fiz? Responde-me. » [Mq 6, 3] Ele sabia que deveria enfrentar essa gravíssima injustiça; mas agora o veredito apareceu.

“Ao longo dos séculos e gerações, já no tempo dos apóstolos, não era Jesus Cristo mesmo quem estava na corte ao lado de homens julgados por causa da verdade e quem ía até a morte com os homens condenados por causa da verdade?” (João Paulo II, Redemptor hominis N° 12)

ORAÇÃO

Senhor Deus,
julgado pelos homens,
não permitas que nós Te julguemos novamente
pecando contra Ti
e fortalece a todos os que são julgados
injustamente por causa de Ti.

>